terça-feira, 20 de agosto de 2013

Entrevista com o Pastor - Trabalho Escolar

_Questionário_
Atenção: Se possível colocar algumas referências bíblicas se achar importante para algumas perguntas.



1º_ O que é religião?
R: O termo “Religião” vem de “Religare” e se traduz como uma tentativa meramente humana das pessoas se ligarem, se voltarem para seu Criador. O ser humano tentando voltar para Deus. Sabemos pela Revelação da Palavra de Deus (A Bíblia), que isto é impossível, pois somente Deus em Cristo Jesus pode fazer isto, ou seja, o próprio Deus é quem se dirige e se revela ao ser humano e isto somente é possível, através de Cristo Jesus. Na cruz do Calvário, Deus estava reconciliando consigo mesmo todas as coisas, como também cada um de nós. O verdadeiro cristianismo abre mão da religião no conceito humano e se manifesta de forma a transformar a vida das pessoas;

Referências Bíblicas:
"Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação." (II Coríntios 5 : 19)

"Se alguém entre vós cuida ser religioso, e não refreia a sua língua, antes engana o seu coração, a religião desse é vã."  (Tiago 1 : 26)

"A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo."  (Tiago 1 : 27)

2º_ Qual o papel que a religião exerce na sociedade?
R: A religião embora traga alguns “freios” morais para a sociedade, minimizando muita maldade e violência entre os homens, não pode fazer muita coisa para as pessoas, pois em se cumprindo as regras e orientações da religião, as pessoas ficam “livres” para “inventar” novos tipos de maldade e novas formas de se burlar aquilo que a religião ensina e passa a praticar erros não previstos nos “códigos de ética das religiões”. Agora, diferenciando-se religião de Igreja, e quando eu me refiro a Igreja, me refiro a uma Igreja verdadeiramente Cristã que se submete somente ao senhorio de Jesus Cristo, o papel que ela exerce é muito grande e importante para a sociedade. Através de uma proposta de mudança radical de vida, de comportamento e de conceito, muitas vidas são efetivamente transformadas de “dentro para fora”, deixam a criminalidade, a maldade do coração humano começam a agir com justiça e retidão. As consequências diretas disto para a sociedade são diversas: Menos pessoas praticando crimes, menos pessoas roubando, matando, menos pessoas na sargeta e nas drogras, menos pessoas nos presídios, menos violência, menos pais irresponsável, maridos e esposas infiéis, menos famílias desestruturas e destruídas, menos trabalho para a polícia, e com tudo isto e muito mais a SOCIEDADE É BENEFICIADA;

Referências Bíblicas:
"E o SENHOR sentiu o suave cheiro, e o SENHOR disse em seu coração: Não tornarei mais a amaldiçoar a terra por causa do homem; porque a imaginação do coração do homem é má desde a sua meninice, nem tornarei mais a ferir todo o vivente, como fiz."  (Gênesis 8 : 21)



"Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo."  (II Coríntios 5 : 17)

"Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo;"  (Filipenses 2 : 15)

3º_ O que a religião faz para ajudar os seus seguidores na hora das suas enfermidades?

R: Nada. A religião não faz nada. Mas se você me perguntar o que a Igreja faz numa hora dessas, a Igreja verdadeiramente cristã estimula e orienta as pessoas a crerem na cura, que elas serão curadas. A Igreja efetivamente move os que participam dela a exercerem a fé incondicional em Deus através de Jesus Cristo, e o resultado prático disto é que muitas são curadas como de fato se vê;

Referências Bíblicas:
“Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor;  E a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados. Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos”.  (Tiago 5 : 14-16)

"E, sabendo-o a multidão, o seguiu; e ele os recebeu, e falava-lhes do reino de Deus, e sarava os que necessitavam de cura."  (Lucas 9 : 11)

"E curai os enfermos que nela houver, e dizei-lhes: É chegado a vós o reino de Deus."  (Lucas 10 : 9)

"Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido."  (Isaías 53 : 4)

"Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados."  (Isaías 53 : 5)

"Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai."  (João 14 : 12)

"E logo o pai do menino, clamando, com lágrimas, disse: Eu creio, Senhor! ajuda a minha incredulidade."  (Marcos 9 : 24)

4º_ O que a doença tem haver com o que as pessoas fazem de errado?
R: Tem tudo haver. Muitas doenças (não todas) tem ligação direta com as coisas erradas que as pessoas fazem. Em primeiro lugar, muitos erros (pecados) que as pessoas cometem, trazem consequências diretas para a saúde delas, provocam várias doenças e até em alguns casos a morte. O envolvimento das pessoas com a bebida, o cigarro, as drogas, as relações sexuais praticadas fora do casamento, entre outras coisas semelhantes a estas, podem provocar, e, em via de regra provocam, muitos problemas de saúde, doenças e até a própria morte. Em segundo lugar, analisando esta questão teologicamente (a partir do conceito da teologia, que é o estudo sobre Deus), as Escrituras dizem claramente que as pessoas que pecam, pecam não somente contra Deus, mas contra as outras pessoas e contra si mesmo, e isto provoca varias doenças;

Referências Bíblicas:
"Tem misericórdia de mim, SENHOR, porque sou fraco; sara-me, SENHOR, porque os meus ossos estão perturbados."  (Salmos 6 : 2)

"Porque a minha vida está gasta de tristeza, e os meus anos de suspiros; a minha força descai por causa da minha iniqüidade, e os meus ossos se consomem."  (Salmos 31 : 10)

"Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia."  (Salmos 32 : 3)

"Não há coisa sã na minha carne, por causa da tua cólera; nem há paz em meus ossos, por causa do meu pecado."  (Salmos 38 : 3)

5º_ Qual a relação da Igreja com o sobrenatural?
R: A relação da Igreja com o sobrenatural e forte e é grande. A fé não se explica racionalmente, não há lógica nem conceito humano que possa explicar a fé. Se crê simplesmente porque se crê. As pessoas de um modo geral creem, em muitas coisas, entretanto, somente a fé única e genuína na pessoa de Jesus Cristo (o Senhor e “Dono” da Igreja) pode fazer diferença na vida das pessoas. Deus para se revelar por completo ao ser humano, ele se “esvaziou” de si mesmo, e na figura humana de Jesus Cristo se tornou como “um de nós”. É claro também que a Igreja tem seu lado humano, e precisa de racionalidade em muitos aspectos. Tudo isto tem haver com a própria essência do ser humano que de acordo com a sociologia e a psicologia, é um ser que é uma mistura de razão, emoção, sentimentos, paixão, desejos, pensamentos, intelecto, raciocínio, entendimento, lógica, contradições, falhas, entre tantos outros elementos. A Igreja tem seu lado divino e seu lado humano, por isto que a Igreja é algo tão complexo e de difícil definição. A Igreja procura equacionar todas estas coisas no sentido de trazer Deus para o homem e levar o homem para Deus;

Referências Bíblicas:
"Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam."  (Hebreus 11 : 6)

"ORA, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem."  (Hebreus 11 : 1)

"Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;"  (Mateus 16 : 18)

"Mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade."  (I Timóteo 3 : 15)

6º_ Para você o que é a doença em si? Como ela é adquirida no pensamento da Igreja?
R: Como ela é adquirida no pensamento da Igreja? Bom, não existe nenhuma doença adquirida no pensamento da Igreja (risos). O que ocorre, é que a doença é um fato, ela existe de algumas maneiras nas vidas das pessoas e em algum momento da vida delas as doenças podem aparecer. Compreendemos as doenças de duas maneiras, ou seja, naturalmente ou espiritualmente. Naturalmente, porque somos também matéria, temos, cada um de nós um corpo e as doenças são perfeitamente compreensíveis que aconteçam ou apareçam, pois estamos na matéria sujeitas a elas. Analisando de forma espiritual, entendemos também que as doenças (não todas), podem surgir, a partir de um problema ou questão espiritual, um pecado (erro) que alguém cometeu, uma maldição que alguém recebeu, trabalhos espirituais das trevas, que pegam as pessoas em suas fragilidades e levam elas a ficarem doentes. Existem também algumas doenças que não se referem nem a um nem ao outro caso citado. Simplesmente trata-se de uma situação que alguém precisa passar para se aproximar mais de Deus;

Referências Bíblicas:
"Não bebas mais água só, mas usa de um pouco de remédio, por causa do teu estômago e das tuas freqüentes enfermidades."  (I Timóteo 5 : 23)

" "E de fato esteve doente, e quase à morte; mas Deus se apiedou dele, e não somente dele, mas também de mim, para que eu não tivesse tristeza sobre tristeza."  (Filipenses 2 : 27)

"Uma doença má se lhe tem apegado; e agora que está deitado, não se levantará mais."  (Salmos 41 : 8)

"Depois Jesus encontrou-o no templo, e disse-lhe: Eis que já estás são; não peques mais, para que não te suceda alguma coisa pior."  (João 5 : 14)

"E se andardes contrariamente para comigo, e não me quiserdes ouvir, trar-vos-ei pragas sete vezes mais, conforme os vossos pecados."  (Levítico 26 : 21)

"E Jesus, ouvindo isto, disse: Esta enfermidade não é para morte, mas para glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por ela."  (João 11 : 4)

7º_ Quais as terapias utilizadas?
R: Bom, existe orientações diferentes que são dadas por diferentes segmentos cristãos e por diferentes Igrejas. Existem aquelas que orientam as pessoas a buscarem a cura unicamente pela fé e sem nenhum acompanhamento médico, tratamento e remédio, o que pode se tornar algo perigoso, pois nem sempre a cura pode vir unicamente pela fé. Condenamos esta prática. No nosso caso, acreditamos, pregamos e aconselhamos os cristãos, a orar primeiro buscando a cura e a orientação necessária para se alcançar a cura. Entretanto, orientamos também, que caso não venha a cura imediata, deve-se sim buscar orientação médica, tratamento e remédio, afinal de contas, acreditamos que foi o próprio Deus quem criou a medicina, deu condição aos médicos para buscar a cura e aos químicos e naturalistas para produzirem ou descobrirem remédios eficazes para as doenças. Assim, seja no milagre, seja no tratamento, com o médico ou com o remédio, Deus sempre está agindo e trazendo a cura;

Referências Bíblicas:
"E, ao pôr do sol, todos os que tinham enfermos de várias doenças lhos traziam; e, pondo as mãos sobre cada um deles, os curava."  (Lucas 4 : 40)

"E uma mulher, que tinha um fluxo de sangue, havia doze anos, e gastara com os médicos todos os seus haveres, e por nenhum pudera ser curada,"  (Lucas 8 : 43)
"Porque dizia consigo: Se eu tão-somente tocar a sua roupa, ficarei sã."  (Mateus 9 : 21)

"Sobe a Gileade, e toma bálsamo, ó virgem filha do Egito; debalde multiplicas remédios, pois já não há cura para ti."  (Jeremias 46 : 11)

"VINDE, e tornemos ao SENHOR, porque ele despedaçou, e nos sarará; feriu, e nos atará a ferida."  (Oséias 6 : 1)

"E dissera Isaías: Tomem uma pasta de figos, e a ponham como emplastro sobre a chaga; e sarará."  (Isaías 38 : 21)

"No meio da sua praça, e de um e de outro lado do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês; e as folhas da árvore são para a saúde das nações."  (Apocalipse 22 : 2)

8º_ Como você se sente, ou qual a sua reação, quando uma pessoa que outrora veio até você, pra ser libertar de sua enfermidade, e você fez os métodos necessários, que sempre utiliza para a expulsão do mal do corpo das pessoas, e uma semana depois essa mesma pessoa volta dizendo que, no momento da oração, foi uma maravilha, realmente sentiu que estava curada, mas quando foi ao médico fazer o exame se estava ou não, acabou descobrindo que não foi totalmente curada?

R: Estou observando que esta pessoa que elaborou esta pergunta bem pode ter sido a pessoa que estava nesta situação e acabou não recebendo cura nenhuma, nem pela oração e nem pelo médico (risos). Mesmo percebendo que se trata de uma pergunta capciosa, quero tecer alguns comentários a respeito. Olha, na verdade esta pergunta deveria ter sido feita aos dirigentes da Universal e da Mundial, pois eles é que são mestres neste assunto. Comigo nunca aconteceu nenhum caso. Os pastores fiéis ao evangelho, não andam precipitadamente impondo as mãos em todo mundo que chega e nem andam “expulsando” a mal do corpo das pessoas como a pergunta quer sugerir. Primeiro é preciso conhecer o que de fato está acontecendo, se é uma enfermidade física, causada por um problema natural de saúde que qualquer pessoa pode ter, ou se é de procedência de pecados cometidos pela pessoa (vida regressa ou pregressa). Oramos sim, repreendemos sim a doença e não quer dizer que a pessoa automaticamente fique curada. Ela pode ser curada ou “liberta” como a pergunta quis sugestionar e isto de forma imediata. Pode também precisar de ir ao médico, e acredito que a medicina como a fé podem colaborar uma com a outra para que a cura venha. Se a pessoa foi ao médico pra ver ser ficou curada ou não, já negou a fé, pois duvidou e onde há fé não existe dúvida, onde há dúvidas não pode existir fé e sem fé não há cura através de milagre. Outra coisa, é que se tratar de uma enfermidade de origem espiritual no pecado, se a pessoa recebeu a oração e continuou no pecado, pode ser o pastor mais usando por Deus no ministério de cura que existe no mundo, não vai adiantar, pois a enfermidade vai continuar, ou vai voltar. Se me deparasse com tal situação, iria conduzir com mansidão a pessoa a buscar uma análise de consciência pra ver onde está o problema, se existe prática constante de pecado, se existe falta de fé, ou, observando-se que não é nem uma coisa nem outra, vou orientar que deveremos continuar orando, em seguida irei aconselhar a pessoa que busque também a orientação médica;

Referências Bíblicas:
"A ninguém imponhas precipitadamente as mãos, nem participes dos pecados alheios; conserva-te a ti mesmo puro."  (I Timóteo 5 : 22)

"Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento, e lançada de uma para outra parte."  (Tiago 1 : 6)

"E ele lhes disse: Sem dúvida me direis este provérbio: Médico, cura-te a ti mesmo; faze também aqui na tua pátria tudo que ouvimos ter sido feito em Cafarnaum."  (Lucas 4: 23)

"Depois Jesus encontrou-o no templo, e disse-lhe: Eis que já estás são; não peques mais, para que não te suceda alguma coisa pior."  (João 5 : 14)
9º_ Qual a relação da Igreja com o social?

R: A relação da Igreja com o social é grande e se manifesta de diversas maneiras. A Igreja em primeiro lugar socializa ou resocializa as pessoas que estão à margem da sociedade, integrando-as através das atividades da própria Igreja, A Igreja promove os valores da dignidade das pessoas, delas consigo mesmas, delas com o próximo e com a sociedade, a Igreja promove campanhas assistenciais de ajuda entre as pessoas, a Igreja participa e deve participar dos conselhos municipais da cidade, a Igreja educa e leva as pessoas a atuar dignamente na sociedade entre, e, principalmente, com sua proposta radical de mudança de comportamento, faz com que as pessoas de fato, mudem de vida e de procedimento, beneficiando toda uma coletividade, entre outras atividades e meios de relação com o social que a Igreja promove ou participa;
 
Referências Bíblicas:
"Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens."  (Mateus 5 : 13)

"Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;"  (Mateus 5 : 14)

"E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus."  (Romanos 12 : 2)

"Porque Quem quer amar a vida, E ver os dias bons, Refreie a sua língua do mal, E os seus lábios não falem engano."  (I Pedro 3 : 10)

"Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza."  (I Timóteo 4 : 12)

10º_ Qual o seu sentimento em ver que o seu trabalho foi realizado com sucesso em relação a cura?

R: Apenas de graditão a Deus, pois o que somos senão despenseiros da multiforme graça de Deus? Temos aprendido que nossa suficiência só pode vir de Deus. A Bíblia diz que dEle por Ele e para Ele são todas as coisas e que toda glória pertence a unicamente a Ele. Como João Batista declaro: É necessário que JESUS CRESÇA  que eu diminua. A Palavra diz claramente que em nós não habita bem nenhum e que e Deus quem nos motiva, nos move, nos direciona e faz as mesmas obras próprias dEle. Somos apenas “vasos nas mãos do oleiro”.
 
Referências Bíblicas:
"Cada um administre aos outros o dom como o recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus."  (I Pedro 4 : 10)

"E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra;"  (II Coríntios 9 : 8)

"Não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus,"  (II Coríntios 3 : 5)

"Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele."  (Colossenses 1 : 16)

"Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém."  (Romanos 11 : 36)

"É necessário que ele cresça e que eu diminua."  (João 3 : 30)

"Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem."  (Romanos 7 : 18)

"Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade."  (Filipenses 2 : 13)

"Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o SENHOR. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel."  (Jeremias 18 : 6)

"De sorte que, se alguém se purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e idôneo para uso do Senhor, e preparado para toda a boa obra."  (II Timóteo 2 : 21)

11º_ Quem te deu o direito, de pedir ao seu Deus a Cura?

R: Como que me deu o “direito” (preciso rir). Poxa, pensei que o “Meu Deus” como a pergunta diz, fosse ou poderia vir a ser o mesmo Deus de quem elaborou a pergunta. Ora!!! Quem deu este “direito” foi Ele mesmo. A Palavra de Deus nos manda pedir. A nossa necessidade nos leva a pedir. Para receber, precisamos pedir.
 
Referências Bíblicas:
"E eu vos digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á;"  (Lucas 11 : 9)

"Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á."  (Mateus 7 : 8)

"Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis, para que o vosso gozo se cumpra."  (João 16 : 24)

"Cura-me, SENHOR, e sararei; salva-me, e serei salvo; porque tu és o meu louvor."  (Jeremias 17 : 14)

Assinado:
Pastor João Rogério M. C. Cerqueira
Primeira Igreja Batista de Araci

Fim.





Muito Obrigada pela sua compreensão, e por ter gastado o seu
Precioso tempo para responder essas questões
Que o senhor possa ser um bom exemplo para a sua igreja.
E que o nosso Deus te abençoe Sempre...


Jamile, Rebeca, Daniela, Maiquele, Sebastião, Beatriz e Cleiciane agradecem a você.

Jesus Alegria dos Homens

Programa Simplesmente Jesus - Entrevista Maiza Bonfim e Banda + D Deus Cultura FM 01.02.2013

Estudo Bíblico - 1ª Parte

Estudo Bíblico - 2ª Parte

Estudo Bíblico - 3ª Parte

Deixe aqui seu Email e receba nossas atualizações

Relógio Digital