quarta-feira, 22 de maio de 2013

PASTOR COM CIÊNCIA: POSICIONAMENTO DA OPBB SOBRE O PNDH


Parabéns à ORDEM DOS PASTORES BATISTAS DO BRASIL com relação AO POSICIONAMENTO reconhecidamente CONTRA aos OBJETIVOS ESTRATÉGICOS DO PLANO NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS (PNDH) QUE TRATAM DA FAMÍLIA no sentido de implantar no país uma ditadura gay. (VEJA O TEXTO ABAIXO DEPOIS DE MEUS COMENTÁRIOS).

É necessário que toda a Igreja reconhecidamente Cristã se levante contra toda tentativa de REDEFINIÇÃO DA FAMÍLIA seja pelo PNDH ou seja por quem quer que for. “Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema” (Gálatas 1:8).

Reconhecemos que o verdadeiro evangelho pressupõe a família como um dos fundamentos e pilares mais importantes da humanidade. O conceito bíblico sobre família nos moldes tradicionalmente reconhecidos e aceitos, devem ser mantidos incondicionalmente. Graças a Deus que oportunamente (e não poderia ser diferente) a OPBB se manifesta nesta direção.

Saudações a todos que tiveram a iniciativa de estabelecer este posicionamento.

Graça e paz.

Assinado: Pr. João Rogério Mota Carvalho Cerqueira
Email: pastorjoaorogerio@hotmail.com
Registro na Ordem dos Pastores Batistas do Brasil - OPBB Nº 8317
Seção BAIANA - Pastor da Primeira Igreja Batista de Araci





POSICIONAMENTO DA OPBB SOBRE O PNDH



POSICIONAMENTO OFICIAL DA ORDEM DOS PASTORES BATISTAS DO BRASIL A RESPEITO DE OBJETIVOS ESTRATÉGICOS DO PLANO NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS (PNDH) QUE TRATAM DA FAMÍLIA

Disponível em: http://www.opbb.org.br/noticias/110-posicionamento-oficial-da-ordem-dos-pastores-batistas-do-brasil-a-respeito-de-objetivos-estrategicos-do-plano-nacional-dos-direitos-humanos-pndh-que-tratam-da-familia

A Ordem dos Pastores Batistas do Brasil, entidade que congrega os mais de 13.640 (Treze Mil Seiscentos e Quarenta), Pastores das Igrejas Batistas do território brasileiro, vem diante do público para se manifestar a respeito de Objetivos Estratégicos do Plano Nacional dos Direitos Humanos que redefinem a família.

CONSIDERANDO

  • que os conceitos presentes no texto do PNDH confrontam e questionam de forma violenta e direta os valores e preceitos da Bíblia, norteadores da Igreja Cristã ao longo de sua história, sobretudo nas tentativas de descaracterizar a base da família e do casamento, que, a partir dos mais elementares princípios, têm sido o fundamento da construção da sociedade a partir do casal, homem (macho) e mulher (fêmea), que constitui o fundamento, base da família.
  • que os conceitos presentes no texto do PNDH confrontam e questionam de forma violenta e direta os valores e preceitos disciplinados pela Constituição Federal que define o casamento como a união estável entre homem e mulher, conforme estabelece seu Art. 226, quando afirma que “A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.” e em seu § 3º, que normatiza que, “para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento.”, que foi regulamentado pela Lei Nº 9.278, DE 10 DE MAIO DE 1996, ao afirmar em seu Art. 1º que “é reconhecida como entidade familiar a convivência duradoura, pública e contínua, de um homem e uma mulher, estabelecida com objetivo de constituição de família.”
  • a gravidade dos assuntos que estão sendo apreciados em anteprojetos de leis, os quais têm reflexos externos, imediatos e contundentes na família que é e sempre foi no dizer, de Rui Barbosa "a célula mater da sociedade", tendo em vista estarem sendo fissurados os valores éticos e morais da sociedade, das organizações cristãs, e, sobretudo da Igreja de um modo em geral;
  • que iniciativas acolhidas pelas Diretrizes do PNDH tal como o Projeto de Lei da Câmara dos Deputados nº 122/2006 (Projeto de Lei nº 5003/2001), em tramitação no Senado Federal, que define como crime toda e qualquer manifestação contrária à orientação sexual da homossexualidade, afrontado de forma violenta e direta o Artigo 5º da Constituição Federal , ao tratar dos direitos e garantias fundamentais, afirmando que (Inciso IV) é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato; e que (Inciso VI) é inviolável a liberdade de consciência e de crença .... Além do mais, a Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948 expressa em seu Artigo 18 que todo homem tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião... e no Artigo 19 que toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar receber e transmitir informações e ideias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras;
  • que o Inciso IX , do Art. 5º, da Constituição Federal , impede de maneira expressa e taxativa qualquer forma de censura, sem exceção, conforme assim disciplinado, outorgando à Carta Magna e à Lei Federal, a condição de estabelecer os meios legais que garantam aos indivíduos de per si, e às famílias, a possibilidade de se defenderem de investidas que subvertem à ordem, à moral e aos bons costumes que deram fundamento à construção estável de nossa sociedade;
  • que os dispositivos constitucionais garantem a defesa da instituição familiar, não podendo ser desrespeitados os valores éticos, morais e sociais, nem da pessoa, nem da família, sendo este um corolário da liberdade constitucional de cada brasileiro, de poder se expressar e de manifestar seu pensamento;
  • que a Bíblia no Evangelho de Marcos (10.6) diz claramente que Deus criou homem e mulher (macho e fêmea), figuras principais e fundamentais para a criação do núcleo familiar, determinando inclusive, que ambos formem uma só carne, e ratificando numa demonstração de integridade e de unicidade da Bíblia, o que está disposto em Gênesis (capítulos 1 e 2), deixando bem clara a possibilidade de procriação e de multiplicação da espécie humana, que só pode se evidenciar plenamente por intermédio da conjunção carnal de um homem (de um macho) com mulher (com uma fêmea), quando se efetiva a fecundação do óvulo com o espermatozoide;
  • que a ética do evangelho nos desafia a uma relacionamento saudável respeitoso com Deus, conosco e com o próximo; sem sectarismo, mas com consciência das diferenças e das preferências do gênero humano, que não devem agredir e nem sofrer quaisquer agressões; tendo cada um, no exercício de seu arbítrio, a liberdade de fazer escolhas, empreender ações e construir a vida, sem prescindir dos direitos e deveres que lhe sejam inerentes.

MANIFESTAMOS nossa posição contrária à redefinição da família incentivada no PNDH que se distancia frontalmente dos preceitos bíblicos e do que é estabelecido na própria Constituição Federal.

Assim, CONCLAMAMOS
  • os representantes do povo no Congresso Nacional que se posicionem a favor da manutenção dos ideais expressos em nossa Constituição Federal, rejeitando qualquer dispositivo que subverta a constituição da família conforme preceitua a referida Constituição e a Bíblia;
  • as demais instâncias da República, cidadãos e líderes de instituições sociais, que se unam em defender a manutenção saudável da família que, ao longo da história, tem sido o esteio de nossa sociedade;
  • aos Pastores Batistas que continuem ensinando claramente os preceitos bíblicos sobre a família, garantindo, assim, o esclarecimento do povo de Deus que vive nesta Nação, bem como suas Igrejas e comunidades de modo a demonstrar a sociedade os benefícios que a família, biblicamente constituída, vem trazendo ao longo da história.

Rio de Janeiro, Maio de 2013. 


Pr. Estevam Fernandes de Oliveira
Presidente


Pr. Augusto Rodrigues
Diretor Executivo





sábado, 18 de maio de 2013

Depoimento do Pastor na Conferência Contra a Violência Infantil e Pedofilia realizada na Câmara Municipal de Araci em 17.05.13:


Saudação inicial:

1- À todo o público presente na pessoa da garotinha aqui presente na linha de frente Maria Rita;
2- À composição da mesa aqui presente na pessoa do Sargento Evódio e da Primeira Dama do Município Adriana;

Em nome da Primeira Igreja Batista e da Igreja Evangélica desta cidade que se sentir representada por esta humilde pessoa, Gostaria de ressaltar acerca da importância desta GRANDE CAMPANHA CONTRA A VIOLÊNCIA SEXUAL INFANTIL (A CAMPANHA CONTRA A PEDOFILIA)

A FÉ VERDADEIRAMENTE CRISTÃ defende o direito à vida SOMOS TOTALMENTE CONTRA O ABORTO (INFANTICÍDIO ASSISTIDO) Assassinato de crianças já no ventre das suas genitoras (que não merecem em hipótese nenhuma ser chamada de mãe). As igrejas cristãs estão ai e devem apoiar todas as mulheres vítimas de UMA GRAVIDEZ INDESEJADA, seja caso de estupro ou não. Não aborte, não mate ninguém, inclusive quem não pode se defender. Enfrente a gravidez que as Igrejas devem apoiar você. A lei do nascituro está em vias de ser aprovada no congresso, na qual, qualquer pessoa vítima de estupro deve ser assistida e acompanhada pelo Estado, dando todas as condições para a mesma dar a luz e criar o filho, senão, encaminhá-lo para a adoção, OU PARA ALGUMA INSTITUIÇÃO GOVERNAMENTAL OU NÃO-GOVERNAMENTAL QUE CUIDA DE CRIANÇAS;

A FÉ VERDADEIRAMENTE CRISTÃ defende o direito à vida SOMOS TOTALMENTE CONTRA a prostituição seja ela qual for, não só contra crianças e adolescentes, mas SOMOS contra qualquer tipo de prostituição mesmo entre adultos. Baseados nas Escrituras, chegamos a dizer que qualquer relação sexual fora do casamento (EXTRA CONJUGAL) constitui-se num ato de PROSTITUIÇÃO.

A FÉ VERDADEIRAMENTE CRISTÃ defende o direito à vida, SOMOS TOTALMENTE CONTRA A PROSTITUIÇÃO INFANTIL E CONTRA A VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA CRIANÇAS. Quem estiver cometendo tais crimes deve ser punido. A impunidade faz aumentar o índice de tais ocorrências. Não seja conivente nem cúmplice, DENUNCIE, SUA DENUNCIA SERÁ MANTIDA EM SIGILO. LIGUE DE QUALQUER CELULAR PARA O NÚMERO 100 MESMO SEM CRÉDITO E DENUNCIE, pois a ligação é totalmente gratuita  (nós mesmos fizemos uma ligação de um número de celular sem crédito e a ligação de fato foi completada.

PRECISAMOS DIVULGAR PARA TODOS O NÚMERO 100.

ESTAMOS DISPONÍVEIS PARA DAR TODO APOIO A ESTE TRABALHO, CONTEM CONOSCO NO QUE PRECISAR. ESTAMOS JUNTOS NESTA GRANDE TAREFA. Muito Obrigado. Assinado Pastor Rogério.



Jesus Alegria dos Homens

Programa Simplesmente Jesus - Entrevista Maiza Bonfim e Banda + D Deus Cultura FM 01.02.2013

Estudo Bíblico - 1ª Parte

Estudo Bíblico - 2ª Parte

Estudo Bíblico - 3ª Parte

Deixe aqui seu Email e receba nossas atualizações

Relógio Digital